Juliana Paes detona petistas e diz que não apoia “os delírios comunistas da extrema-esquerda”

Paes

Em vídeo publicado em suas redes sociais, a atriz Juliana Paes, desabafou após ser alvo de ataques após defender a médica oncologista Nise Yamaguchi, que depôs na CPI da Covid nesta terça-feira (1).

A atriz afirmou ter sido vítima de agressões verbais e afirmou não ser representada pela esquerda, indo na contramão de colegas de profissão que são declaradamente de esquerda.

Ela, por outro lado, também afirmou não ser uma ferrenha apoiadora do presidente, e que possui críticas à ele, como no tocante a pandemia.

“Não sou bolsominion. Quero vacina, sim, tenho críticas severas a quem nos governa”, disse Paes. Ela se definiu “num lugar de desamparo” porque também não apoia a esquerda. Ou melhor, “os delírios comunistas da extrema-esquerda”.

 

 

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI
Relacionados:  MPF pede apuração de suposto sumiço de 50.000 vacinas no governo petista do Piauí