O jogo virou: Senador consegue assinaturas para CPI da pandemia que investiga governadores e prefeitos

Segundo informações do site O Antagonista, o senador Eduardo Girão (Podemos) conseguiu coletar o número necessário de assinaturas para protocolar o pedido de criação de uma CPI mais ampla, que não investigará apenas a conduta do Governo Federal durante a pandemia, como também estados e municípios.

“Com essa CPI, o Senado atende à determinação do Supremo, mas faz uma investigação mais abrangente. Ou seja: atende ao Supremo e não se apequena, recebendo uma interferência direta da corte” — disse o senador ao Antagonista.

Nesta última quinta-feira (08), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou que o Senado Federal instaure a CPI da pandemia. Essa decisão gerou um enorme desconforto no Planalto, pois a proposta visa investigar apenas a atuação do Governo Federal no tocante ao combate ao novo vírus.

Com a proposta da CPI mais ampla, esse cenário muda. Os atos realizados por governadores e prefeitos durante a pandemia também entram no radar da comissão de investigação.

A CPI mais ampla precisava de 27 assinaturas. No entanto, de acordo com o Antagonista, ela já conta com 32 assinaturas.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI