Eduardo Suplicy pede a prisão de Ratinho após apresentador elogiar intervenção militar

Ratinho e Suplicy

O vereador Eduardo Suplicy (PT-SP) afirmou que o apresentador Ratinho deveria ser preso após defender uma intervenção militar no Brasil. O petista comparou as declarações de Ratinho com as do deputado federal Daniel Siveira (PSL-RJ), preso na terça-feira (16) após publicar um vídeo com ataques e ofensas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ratinho havia afirmado: “Está na hora de fazer igual foi feito em Singapura. Entrou um general, consertou o país e, um ano depois, fez as eleições. Mas primeiro consertou, chamou todos denunciados e disse: ‘Vocês têm 24 horas para sair do país ou serão fuzilados’. Limpou Singapura”.

Suiplicy ficou furioso e declarou:

“Por suas declarações em favor da Ditadura Militar, Ratinho está a merecer punição semelhante à do deputado Daniel Silveira (PSL). Por 11×0 o STF decidiu que ele deve estar preso”, escreveu Suplicy em seu perfil no Twitter.

O petista também convidou o apresentador para um debate. Além de elogiar intervenção militar, Ratinho mencionou a política de Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York, que tirou os moradores de rua de circulação e resolveu o problema da criminalidade na cidade durante sua gestão.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI