Inflação na Argentina chega a 50,2% em 12 meses

O Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec) informou que a inflação da Argentina cresceu 3,2% em junho, se comparado ao mês anterior. Em 12 meses, o Índice de Preços ao Consumidor do país alcançou 50,2%. O cenário devastador resume as consequências das políticas econômicas dos peronistas Alberto Fernández e Cristina Kirchner.

A trajetória dos números no segmento de alimentos e bebidas continua preocupante devido a seu impacto no custo da cesta básica. Isso porque 42% da população vive na pobreza, além do desemprego alcançar 28,5% dos habitantes. Em nota, o Ministério da Economia debitou na conta da alta das commodities no mundo o horizonte nebuloso.

Fonte: Revista Oeste

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI