Deputada Bia Kicis afirma que se for ao plenário, voto impresso tem toda chance de passar e por isso o pânico da esquerda

Bia Kicis

A deputada federal Bia Kicis (PSL – DF), atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara, declarou que se a esquerda está empenhada em enterrar o voto impresso auditável ainda na comissão especial, porque possuem receio do plenário da Câmara.

Em entrevista concedida à Revista Oeste, a parlamentar afirmou:

“Eles querem enterrá-la porque sabem que, se for para lá, tem toda chance de passar”, disse ela.

De acordo com a congressista, que é autora da PEC que instauraria a medida, o apoio da população é crucial. Por isso, a proposta de emenda à Constituição não pode ser abatida. Parlamentares opositores à ação tentaram uma manobra hoje com a intenção de sepultar a ideia defendida pelo governo federal.

Hoje, o presidente da Comissão do voto Impresso, Paulo Eduardo Martins (PSC – PR), aliado de Bia, conseguiu fazer uma manobra regimental e impediu a derrota da medida, encerramento abruptamente a sessão e marcando outra para agosto, para tentar dar sobrevida ao projeto.