Jornalista da CNN tenta descolar Adélio do PSOL: “Ele já não era mais filiado, agiu sozinho e foi considerado incapaz”

A jornalista Daniela Lima da CNN Brasil tem causado reboliço nas redes sociais por tentar amenizar o crime cometido por Adélio, denfendo a tese de que ele era somente um ‘louco’ que agia sozinho e não teria interesses políticos.

Durante transmissão, ao vivo, da transferência de Jair Bolsonaro para São Paulo, Lima leu a nota escrita pelo presidente da República em que ele lamentava passar por este grave momento de saúde ainda por causa das sequelas da facada que levou do criminoso e militante Adélio Bispo de Oliveira, em setembro de 2018.

Leia mais:  “Temos um presidente que comemora a morte de bandido, sim”, diz Eduardo

A apresentadora, entretanto, afirmou:

“Foi considerado incapaz, tinha graves problemas psiquiátricos, o presidente faz menção da filiação de Adélio ao PSOL, mas já não estava mais filiado quando cometeu esse crime, e é uma pessoa, segundo a justiça, desequilibrada, que agiu sozinho e estava alucinando”

Conforme noticiamos, em um outro vídeo, Daniela Lima tropeça nas palavras e comete um ato falho:

Leia mais:  Ao lado de jumento, Bolsonaro ironiza Lula: “Companheiro, em 2022 estamos juntos”

“Seguindo então aí a saída dessa UTI (ambulância) e o presidente segue aí, enterrado”.

 

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI