Bolsonaro se solidariza com o povo cubano que clama por liberdade: “Que a democracia floresça em Cuba”

Nesta segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro prestou solidariedade ao povo cubano, que foi às ruas neste domingo (11) para pedir o fim da ditadura comunista que vigora no país há décadas. A falta de liberdades individuais, vacinas e até comida foram o estopim para o protesto.

“Todo apoio e solidariedade ao povo cubano, que hoje corajosamente pede o fim de uma ditadura cruel que por décadas massacra a sua liberdade enquanto vende pro mundo a ilusão do paraíso socialista. Que a democracia floresça em Cuba e traga dias melhores ao seu povo!” — escreveu o presidente da República, Jair Bolsonaro, no Twitter.

Leia mais:  Ratinho detona Renan Calheiros: "Uma CPI da Vergonha, um relator com 17 processos"

O ditador comunista de plantão, Miguel Díaz-Canel, que controla a ilha caribenha com mãos de ferro, já tomou providências para tentar abafar o levante popular. Entre as medidas está a convocação de simpatizantes do regime totalitário para confrontar os manifestantes que pedem por liberdade.

Leia mais:  Luís Miranda faz vídeo chorando: “Sou eu que devo ser investigado por denunciação caluniosa?”
Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI