“As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro”

Nesta quarta-feira (7), as Forças Armadas divulgaram uma nota de repúdio após declarações do senador Omar Aziz – presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia – em que atacou a instituição.

Em nota divulgada e assinada pelo general Walter Braga Netto, além de outros comandantes do Exército, Aeronáutica e Marinha, o ministério acusa Omar de “desrespeitar as Forças Armadas” e “generalizar esquemas de corrupção”.

Leia mais:  General Ministro faz alerta: ‘É preciso respeitar o projeto escolhido pela maioria dos brasileiros!’

“Essa narrativa, afastada dos fatos, atinge as Forças Armadas de forma vil e leviana, tratando-se de uma acusação grave, infundada e sobretudo irresponsável.”

Ademais, a nota declara ainda que os militares tem como pauta a “fiel observância da lei” e estão comprometidos, desde o início da crise sanitária, em “preservar e salvar vidas”.

Leia a nota na íntegra:

Leia mais:  Deputada petista celebra chegada de Jean Wyllys ao partido: “Vamos juntos reconstruir o Brasil”

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI