Bolsonaro manda recado ao STF se não tivermos voto impresso: “Vamos ter problemas ano que vem!”

O presidente da República, Jair Bolsonaro disse que o Brasil terá problemas no ano que vem se não houver “eleição limpa”. Bolsonaro conversou com apoiadores na manhã desta 5ª feira  em frente ao Palácio da Alvorada.

“Tem uma articulação de 3 ministros do Supremo para não ter o voto auditável”, disse ele. “Se não tiver, eles vão ter que apresentar uma maneira de termos uma eleição limpa, com a contagem pública de votos. Caso contrário, vamos ter problemas ano que vem no Brasil”, continuou.

Nas últimas semanas ao menos dois ministros se posicionaram abertamente contra a impressão do comprovante de voto. O atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Roberto Barroso, e o futuro presidente do TSE, Alexandre de Moraes.

Bolsonaro voltou a afirmar que o sistema eleitoral é fraudulento. “A fraude está escancarada. E não vai ser só para presidente, vai ser para governador, para senador. Fraude”, disse. Mas, novamente, o presidente não apresentou nenhuma prova de irregularidades no sistema eleitoral brasileiro.

O presidente também voltou a atacar o ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Como em outras ocasiões nas últimas semanas, Bolsonaro afirmou que o petista saiu da prisão para se tornar presidente do Brasil.

“Porque tiraram o Lula da cadeia, tornaram elegível, para ele ser presidente na fraude. Isso não vai acontecer”, disse ele.