Lázaro Barbosa é morto após troca de tiros com a Polícia de Goiás

Lazaro

Suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas numa série de assaltos em chácaras na capital do país e em Goiás, Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi morto durante confronto com forças policiais na manhã desta segunda-feira (28/6), numa mata nas imediações da casa da ex-sogra, em Águas Lindas (GO).

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teia sido preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura confirmaram que ele estaria morto. O corpo foi levado para o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas.

Leia mais:  Em pronunciamento, Bolsonaro dá um cala boca nos esquerdistas: “Entregamos 100 milhões de doses, em números absolutos, somos o quarto país que mais vacina no planeta”

O maníaco estava foragido havia 20 dias. Nesse período, invadiu várias propriedades rurais fez reféns, roubou alimentos e impôs terror com violência e ameaças.

Durante a madrugada desta segunda, câmeras de segurança flagraram Lázaro andando por uma rua perto da casa da ex-sogra, em Águas Lindas. Nas primeiras horas da manhã, agentes cercaram o local. Após a mobilização de cães farejadores e helicópteros, o psicopata foi localizado, mas não se rendeu e abriu fogo contra a guarnição, que revidou.

Leia mais:  Numa canetada, Arthur Lira demite 450 comissionados da Câmara

Com informações do Correio Braziliense e O Globo

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI