Funkeira Ludmilla pede saída de Bolsonaro e é duramente criticada nas redes sociais

A funkeira Ludmilla decidiu endossar as publicações de outros artistas esquerdistas como Anitta e ex-BBBs que pediram a saída do presidente Jair Bolsonaro, e foi até suas redes sociais para lacrar.

Por meio de uma publicação em seu perfil oficial no Twitter, a cantora funkeira escreveu:

“São 500 mil mortos! 500 mil pessoas que perderam a vida por falta de vacina. Não dá mais pra esperar! #ForaBolsonaro“, escreveu ela.

A publicação da “artista” no entanto, não caiu bem na internet, e internautas apontaram hipocrisia da moça ao pedir a saída de Bolsonaro por consequência da pandemia, quando ela ‘não dá exemplo’.

“Acho legal vc se posicionar sobre isso. Mas vc vai conseguir defender teus posicionamentos sem se perder na personagem? Pq assim posicionamento não é só postar hashtag em rede social, tem que saber o q fala pra não acabar se contradizendo e ser hipócrita!”, respondeu um internauta.

“Um mes atras voce fazendo show pra mais de 500 pessoas em copacabana palace e hoje vem com essa kkkkkk”, escreveu outro internauta nas respostas da publicação da cantora.

Ludmilla e Copacabana Palace

Após a postagem da jovem funkeira, o nome do hotel Copacabana Palace foi parar nas abas dos assuntos mais mencionados do Twitter. O motivo é por conta de um show que a funkeira fez recentemente no local, causando aglomeração.

Internautas apontaram hipocrisia da cantora, visto que ela também já foi flagrada descumprindo normais de distanciamento.

“Fazendo show clandestino na pandemia e fica de hipocrisia aí kkkk parabéns”, escreveu outro usuário.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI