Manifestações contra Bolsonaro resultam em Agências bancárias depredadas e ônibus pichados

Duas agências bancárias que ficam localizadas na Rua da Consolação, no centro da cidade de São Paulo, foram depredadas neste sábado, 19, durante a passagem de um ato contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A informação foi confirmada pela Polícia Militar de São Paulo no começo da noite. As agências pertencem aos bancos Santander (nº 2.104) e Itaú (nº 2.265). Na capital paulista, os atos foram realizados na Avenida Paulista, que foi tomada por manifestantes e foi bloqueada nos dois sentidos. Segundo a Polícia Militar, a via já foi liberada após a passagem do ato. Protestos foram registrados em diversas cidades e capitais em todo o país e, além de pedirem o impeachment de Bolsonaro, reivindicavam mais vacinas contra a Covid-19 e a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600. A informação é da Jovem Pan.

Leia mais:  Senador Marcos Rogério aponta 'respiradores surrupiados em Alagoas', faz Renan se descontrolar e gera bate-boca na CPI

O grupo de vândalos também pichou ônibus e quebrou pontos de parada. Ações aconteceram após manifestação pacifica ter terminado na avenida Paulista, em São Paulo.

 

Leia mais:  Joice afirma saída do PSL: ‘Virou um balcão de negócios, se vendeu novamente ao bolsonarismo’
Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI