Na CPI, Senador Marcos Rogério desafia ex-secretário do Amazonas e detona governador: ‘Fugiu da CPI’

Durante a CPI da Covid, nesta terça-feira (15), o senador Marcos Rogério, aliado de Bolsonaro, fez críticas contra o governador do Amazonas, Wilson Lima, e questionou Marcellus Campelo, ex-secretário de saúde do estado.

“Sobre Manaus, no Amazonas, todos sabemos que a crise certamente foi agravada com os escândalos de corrupção. Gostaria que o governador do Amazonas estivesse sentado nesta cadeira para responder objetivamente às perguntas, mas ele fugiu da CPI (…). Houve absoluta falta de previsibilidade. Escolheu expor a população do Amazonas ao risco de morte por irresponsabilidade administrativa”, disse.

Rogério avaliou a gestão realizada pelo governo do Amazonas no tocante à pandemia:

“Faltou planejamento. Houve um lapso temporal de falta de cobertura. É um crime contra a humanidade. É uma questão de lógica, é racional. As empresas que foram apontadas pela Polícia Federal como integrantes de esquemas fraudulentos, elas continuam operando em serviços para o estado do Amazonas ou foram afastadas e substituídas?”, indagou.