Bolsonaro presta solidariedade à Dra. Nise após CPI: “É inadmissível que profissionais de saúde sejam tratados de forma tão covarde!”

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), prestou solidariedade à médica oncologista e cientista Nise Yamaguchi, após a mesma prestar depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no senado.

A médica já havia reclamado pela maneira com que os senadores haviam a tratando no decorrer da oitiva. Nesta quarta-feira (2), o Chefe do Poder Executivo foi até as suas redes sociais para externar apoio e solidariedade a ela, que sofreu diversos ataques e humilhações, mesmo sendo uma médica, mulher e sempre educada e prestativa.

“Minha solidariedade à Dra Nise, médica e cientista com extenso currículo, que participou de um verdadeiro tribunal de exceção. É inadmissível que profissionais de saúde sejam tratados de forma tão covarde!”, escreveu o mandatário.

O mandatário brasileiro acrescentou:

“É preciso respeitar a autoridade e a autonomia médica. Médicos devem ter liberdade para salvar vidas e isso vem sendo ameaçado por um grupo político que atua visando somente atacar o Governo enquanto nega investigar desvios de recursos para o combate à pandemia.”, escreveu o presidente.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI
Relacionados:  Caiado detona Rodrigo Maia: ‘Ansiedade de poder' e ‘falta de caráter!’