Alexandre Garcia sobre CPI comandada por Renan: “É um palanque para o ano que vem. O pessoal está desesperado. Única forma de não haver reeleição é enfraquecer o presidente”

Garcia

O renomado jornalista Alexandre Garcia, ex-Globo e atualmente com trabalhos na emissora CNN Brasil, externou a sua opinião acerca da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

Para ele, a comissão tem como objetivo arranhar a imagem do presidente para evitar sua reeleição. Ele também destacou a recepção que Bolsonaro teve nesta sexta-feira (21) no estado do Maranhão.

“É um palanque para o ano que vem. O pessoal está desesperado porque, se as coisas continuarem assim…O presidente estava no Maranhão e foi uma multidão atrás dele (…). É um desespero. A única forma de não haver reeleição é enfraquecer o presidente. E precisam de um candidato. Li o jornal e afirmaram que o Lula vai ser candidato. Fui ler e não foi o que ele disse”, disse Garcia.

Garcia prosseguiu com suas críticas em direção à comissão e a seu relator, o senador Renan Calheiros.

“Isso lembra Torquemada, a inquisição espanhola da Idade Média. Não respondeu o que queria, então vai para a cadeia. Como foi a ameaça de Renan Calheiros. É bom que isso esteja se tornando público. A CPI está revelando mais sobre os inquisidores do que sobre os depoentes (…). Isso parece ficção. Não sei se na real inquisição aconteciam coisas assim. E acusar um general de mentira? Se um tenente falar uma mentira, nunca vai conseguir entrar na Escola de Comando do Estado Maior do Exército. É coisa muito séria. Pazuello resistiu com paciência e com urbanidade”, disse ele.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI
Relacionados:  Deputada autora da PEC do voto impresso desabafa: ‘fui várias vezes ao TSE, e nenhuma vez eles conseguiram comprovar os argumentos que eles usam’