Ciro Gomes dispara contra seu ex-chefe: “Lula é o maior corruptor da história moderna brasileira”

O governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), atacou o seu ex-chefe, Lula, durante uma entrevista concedida ao jornal Valor Econômico.

Ciro, que já foi ministro do líder petista, afirmou que seu antigo chefe “é o maior corruptor da história moderna brasileira”

“Quem vai ter que se explicar agora é o Lula porque vou para cima dele. Vamos derrotar Bolsonaro e vou propor mudança. Lula é parte central da corrupção. Lula é o maior corruptor da história moderna brasileira. E não aprendeu nada. Fica na lambança, prometendo a volta de um passado idílico que é mentira” — afirmou o presidenciável.

Eterno candidato à Presidência do Brasil e um grande sonhador, o político cearense falou que considera a possibilidade de disputar o segundo turno da eleição presidencial contra o líder petista, ignorando o imenso apoio que o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, tem em certos setores chaves da sociedade brasileira, como o eleitorado evangélico e o agronegócio.

“Acho que Moro e Huck não são candidatos. Nem Doria. Se ele for, será fragilizado porque está muito mal em São Paulo e nunca teve entrada no Brasil. O único organizado, com o partido harmônico, sem confusão, sou eu. O que se vê com a ciência que é possível nessa área? Hoje, a tendência consistente é que Lula está em seu [patamar] máximo e Bolsonaro, em processo de derretimento” — disse Ciro.

Ciro Gomes disse que o publicitário João Santana, que ele trouxe para fazer sua campanha “é o melhor do mundo. Em nove campanhas presidenciais que fez, venceu oito. Não foi condenado por corrupção, foi condenado por receber caixa 2 [na realidade, Santana foi condenado por lavagem de dinheiro]. E ele já pagou pelos erros que cometeu. Não deve mais nada para a sociedade” — encerrou.

Relacionados:  PGR cobra de governadores prestação de contas sobre hospitais de campanha
Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI