Ministro do STF diz que o Brasil está à beira de um golpe de Estado

Fachin Bolsonaro

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o ministro Edson Fachin, com histórico de militância na esquerda e indicado por Dilma ao Supremo Tribunal Federal (STF), declarou que o Brasil está à beira de um golpe de Estado. O magistrado ainda afirmou que teme pela integridade das eleições de 2022.

“É imprescindível. Lamentavelmente, há mais parasitas do que hospedeiros. O populismo totalitário ronda a democracia brasileira. É fundamental esse alerta, porquanto é antessala do golpe. O mais grave é essa visão personificada do povo em contraste com as instituições. As eleições de 2022 trazem à tona um imperativo categórico: preservar o sistema eleitoral brasileiro” — disse o ministro do STF.

“Precisamos sair da crise sem sair da democracia. O caminho passa pela política e pelo espaço público, com atuação franca e desinteressada. Cada gesto, cada comportamento, conta como exemplo. É mais do que hora da comunhão na diversidade. O país não pode esperar mais. Saídas passam por elevar o grau de institucionalização, pelo urgente enfrentamento dos efeitos assimétricos da pandemia” — finalizou.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI
Relacionados:  “Doria jamais será presidente, ele não consegue nem sair na rua”, afirma capitão Derrite