General Ministro faz alerta: ‘É preciso respeitar o projeto escolhido pela maioria dos brasileiros!’

Braga

O novo ministro da Defesa, General Walter Braga Netto, afirmou que o Brasil passa por um período de “intensa comoção” e “incertezas” que “colocam à prova a maturidade, a independência e a harmonia das instituições democráticas brasileiras”. Segundo ele, nesse contexto, o Exército, a Marinha e a Aeronáutica “mantêm o foco em suas missões constitucionais, permanecendo sempre atentas à conjuntura nacional”.

Na passagem de comando do Exército nesta terça-feira, 20, Braga Netto disse que é preciso respeitar “o rito democrático e o projeto escolhido pela maioria dos brasileiros para conduzir os destinos do país”. O ministro afirmou ainda que o país precisa estar unido “contra qualquer tipo de iniciativa de desestabilização institucional que altere o equilíbrio entre os Poderes e prejudique a prosperidade do Brasil”.

De acordo com Braga Netto, “enganam-se aqueles que acreditam estarmos sobre um terreno fértil para iniciativas que possam colocar em risco a liberdade conquistada por nossa nação”. Ele disse que a sociedade pode estar certa de que as Forças Armadas “estão preparadas e prontas para servir aos interesses nacionais”.

Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro passou o comando do Exército para o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, que substituiu o general Edson Leal Pujol. O presidente não discursou.

Com informações da Revista Oeste

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as notícias em primeira mão. CLIQUE AQUI